segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Autora:  Cecelia Ahern
Editora: Novo Conceito
Páginas: 365
Ano: 2012


     Eles se conheceram quando ainda eram muito jovens. Holly estava numa viagem de faculdade na Irlanda, passeando por aí sozinha, ela encontra Gerry, um irlandês maravilhoso, para quem pediu ajuda já que estava perdida, ele explica que ela já está no lugar que procura e riem da situação, conhecendo um ao outro, se apaixonaram logo assim que se viram, Holly havia ficado com o casaco de Gerry e lhe propôs uma aposta: que se ela o encontrasse novamente pelo destino, então saberia que deveriam ficar juntos e se não se encontrassem mais, conservariam o beijo como perfeito entre dois estranhos. Felizmente os dois se encontraram em um bar onde Gerry tocava, descobriram que eram feitos um para o outro, casaram quando Holly tinha apenas 19 anos.
     Holly sonhava em ter filhos, mas o apartamento é muito pequeno e não terá lugar, já que mal cabem os dois, ela gostaria de um apartamento maior, mas eles não têm condições já que ela larga sempre de um emprego novo. Mas então, Gerry, aos 35 anos descobre que tem um tumor no cérebro e já está muito avançado, não há nada que possa fazer seu corpo então é cremado e suas cinzas colocadas em uma urna.
     Quando ele morre, Holly fica devastada, larga o emprego e durante 3 semanas ela se deixa levar, passa a ficar parecida com um zumbi, se vestindo com as roupas de Gerry e não sai de casa, apenas vai acumulando bagunça e muito lixo dentro do apartamento. Apenas fala com a mãe ao telefone, porque ela insiste em ligar todas as manhãs para saber como Holly está.
     Então, antes de morrer, Gerry bolou um plano, um tanto quanto mórbido, no aniversário de 30 de Holly, ele envia um bolo e um gravador, dizendo para que ela saísse do apartamento e fosse curtir com as amigas, ele também iria lhe enviar 10 cartas, em cada carta, no final Gerry colocava "P.S.: Eu te amo" e a primeira chegaria no dia seguinte e não era para ela tentar descobrir como as cartas iriam chegar, era para ela seguir direitinho o que estivesse nas cartas, ele ainda não podia dizer “adeus”. No começo ela acha estranho e que não conseguirá cumprir, mas Gerry também deixou missões para todos os familiares, que ajudassem Holly a passar por isso, então, tendo as palavras de Gerry como guia, Holly decide aceitar o desafio e faz tudo que ele a tinha pedido.
     Após quase um ano seguindo o que Gerry havia dito, eis que ela tem uma conversa com a sua mãe, que lhe explica o motivo de seu pai as ter deixado, algo que era um trauma que Holly carregava, sua mãe odiava Gerry porque ele parecia com o ex – marido e tinha medo que a vida da filha acabasse como a dela, mas sua mãe, então, lhe entrega a décima e última carta, já que Gerry a tinha feito prometer que faria isso.
     E ela redescobre como é bom viver, amar, se divertir, apreciar uma noite com os amigos novamente, ela aprende que a vida não parou porque Gerry morreu, nada que ela fizesse poderia mudar isso, então ela teria que mudar.
     Quando Holly recebe a última carta entende que Gerry foi a melhor coisa que aconteceu em sua vida, mas agora é hora de deixar ele ir, deixar cada um seguir seu caminho. Ele se transformando em uma maravilhosa lembrança e ela, se apaixonando e curtindo a vida novamente, ele a fez viver novamente. Então foi a hora de ler a última carta que Gerry tinha deixado...

"Querida Holly, eu não tenho muito tempo. Não digo literalmente. Você foi comprar um sorvete e vai voltar logo. Mas tenho a impressão de que é a última carta. Porque só resta uma coisa a lhe dizer. Não é para se lembrar sempre de mim ou comprar um abajur, você pode se cuidar sem a minha ajuda. É para lhe dizer como você mexeu comigo, como você me mudou. Amando - me, você fez de mim um homem, Holly... E por isso eu sou eternamente grato. Literalmente.
Se pode me prometer algo, prometa que sempre que você se sentir triste ou insegura ou perder completamente a fé, você vai tentar olhar para si mesma com os meus olhos. Obrigado pela honra de tê - la como esposa. Não tenho do que lamentar. Tive muita sorte. Você foi minha vida Holly, mas eu sou apenas um capítulo da sua. Haverá mais. Eu prometo. Portanto aqui vai meu grande conselho: Não tenha medo de se apaixonar de novo. Fique atenta àquele sinal de que não haverá mais nada igual.
P.S.: Eu sempre vou te amar."


Opinião pessoal: "Eu realmente não tenho palavras para explicar o que eu sinto por este filme/livro, é simplesmente maravilhoso, encantador do começo ao fim, sempre que posso assisto e em todas as vezes me emociono como se nunca tivesse assistido. É o meu filme de romance preferido, sem dúvida alguma."

* Dani Borgo *

Um comentário:

  1. Oiee, você foi tagueada pelo blog '' Fashionistas por Andréa Alves'' , da uma olhada lá http://andreaalvess.blogspot.com.br/
    beeeeijus '-'

    ResponderExcluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Danielli Borgo e Daniele Heguedusch. Tecnologia do Blogger.

Tradutor

Populares

Seguidores

Siga por Email

Google+

Facebook

Twitter

Skoob: Dani Borgo

Blogs Parceiros

Anúncio